O medo de falhar

Tirei essa foto com o celular durante um passeio com os dogs no começo do mês e acho que é uma das minhas preferidas de todos os tempos.

Atelofobia (sf) a·te·lo·fo·bi·a
(grego atelês, -és, sem fim, incompleto, inacabado, imperfeito + -fobia): Medo causado pela possibilidade de falhar ou de ser imperfeito. Fonte

Poucas coisas são capazes de nos paralisar completamente quanto o medo constante que temos de falhar. Na verdade, ele é um dos maiores causadores do que podemos chamar de fracassos “não tão acidentais” dessa vida. Isso por que é muito raro colocar o nervosismo de lado diante de uma situação que exija alguma coisa de nós… Infelizmente acontece. É quando alimentamos essa mania horrível de exigir muito da gente que surge essa aversão ao erro, causando não somente ansiedade, mas também falta de apetite, insônia e vários outros sintomas desagradáveis. Talvez a causa disso também possa estar relacionada ao receio que temos de enfrentar coisas novas, caminhos diferentes. No entanto, temer mudanças só é saudável até um certo limite.

Eu posso dizer com toda certeza do mundo que esse é meu maior defeito e não tenho vergonha de afirmar que em certos momentos eu consigo ser uma pessoa bem instável emocionalmente. Pelo medo de falhar, por vezes dispensei oportunidades, fui prejudicada em algo que era importante pra mim e inclusive, até deixei de fazer ou criar coisas em que acreditava. O chato é que você sabe que tem a capacidade e instrução pra enfrentar todos os desafios dos quais tem medo, mas mesmo assim não consegue deixar de lado o receio de parecer louco, estúpido ou inapropriado… e nossa, como isso atrapalha minha vida! A maioria dos meus fracassos foram causados pelo meu medo de errar e isso é algo que tenho de mudar. Preciso aprender com meus erros e temores, assim como colocar na minha cabeça, que todos os dias pessoas estão enfrentando dificuldades muito maiores que as minhas. Por mais que eu me sinta ansiosa, é importante que eu não somente diga a mim mesma que estou no controle da situação, porque afinal de contas essa é a realidade, mas também que assuma o controle.

Quantas vezes já fiquei noites sem dormir depois de ter passado por algum momento que não saiu exatamente como eu queria? Ou quantas vezes me sobrecarreguei assumindo o controle de tudo porque tinha medo que algo desse errado? Já até perdi as contas dos erros básicos que cometi simplesmente por estar nervosa demais… Sou humana, mas esse ciclo vicioso – medo de falhar / ansiedade / insônia / ERRO causado pelo medo / vergonha pós erro / insônia / aceitação da falha / medo de falhar de novo – não pode continuar a prejudicar minhas conquistas.  Quando tatuei “don’t fear” no corpo, eu tinha um motivo e agora mais do que nunca, preciso lembrar dele sempre que me olhar no espelho.

Alguém com certeza já deve ter lhe dito que é através do erro que aprendemos a ser pessoas melhores e esta criatura divina tinha razão, por mais que tentemos negar. Se assim como eu, você também faz parte do clube de pessoas que não conseguem conviver com o fato de que somos falhos, dá aqui sua mão… Vamos tentar parar esse trem. Não adianta tremer diante de qualquer situação simplesmente porque tem medo que não dê certo. Falhar é natural e precisamos estar abertos a isso pra encarar os desafios de peito aberto.

Meu primeiro passo a partir de hoje será buscar um pouco mais de autocontrole e ter mais confiança em mim, eu mereço um pouco de crédito! Acho que preciso sentir e estimular mais amor próprio também, pra só então conseguir dizer com convicção que sou capaz de fazer qualquer coisa, afinal de contas a possibilidade de falhar está em tudo, não é verdade? Vou fechar os olhos, ir com fé e o que tiver de ser, será. Assim, bem simples.

Até a próxima!

 

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest

Leia também...

2 Comentários

  1. Essa é mesmo uma das suas melhores fotos!
    De um ano pra cá eu não durmo com a tv desligada porque o escuro me faz ficar pensando demais, pra você ver o nível do medo, sou a princesinha de sofrer por antecipação. Mas a gente melhora, a gente chega lá. E a gente tem blogs, isso ajuda demais!

    1. obrigadaaa!
      É verdade! depois de sofrer recentemente com um erro que cometi senti que fiquei melhor depois de escrever esse post! Era como se estivesse falando pra um terapeuta sobre o que eu estava sentindo. Recentemente é meu marido que anda sofrendo comigo, que fico puxando assunto antes de dormir até que ele não consiga mais falar de tanto sono… Tenho fé que vamos melhorar nesse aspecto e seremos pessoas com menos rugas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *