Sobre

 Agatha, prazer. Sou uma bela junção entre momentos rotineiros e caminhos repletos de contradições. Por formação, sou turismóloga, mas nunca exerci minha profissão, nessa vida só trabalhei com fotografia e marketing. Prefiro as conversas que tenho com meus cachorros, possuo sérios problemas com obrigações sociais e gosto de tudo que é prático e rápido, mas não perco a oportunidade de engatar um trabalhinho manual.

Sempre serei aquela que vai te dar uma mãozinha se você precisar, se estiver tocando música não consigo prestar atenção em mais nada e por ser ansiosa, não consigo respeitar o tempo das pessoas.
É difícil me fazer rir, o momento precisa ser bom e verdadeiro, mas existe uma pessoa que consegue com maestria me tirar um riso fácil… por isso casei com ele.

Em determinados momentos da minha vida adulta, me vi obrigada a descomplicar cenários e olhar as coisas com outros olhos. Aos poucos estou aprendendo a parar de pensar em todas as coisas que eu não sou porque não tive a oportunidade de me tornar (ou porque deixei a oportunidade passar) e listar tudo aquilo que conquistei. Hoje tento passar meus dias dando valor ao que importa e aprendi que se você é bem sucedido nisso durante pelo menos 1 minuto do dia, os próximos minutos te recompensaram de alguma maneira.

O blog aterraquea.com é sobre o que me inspira . Por aqui pretendo escrever sobre mim, meu universo e tudo que eu amo. Seja bem-vindo(a).

We are what we believe we are. – C.S Lewis

Agatha Valença.

©

→ Exceto quando sinalizado, todo conteúdo de imagens e textos são produzidos pela  autora do blog Agatha Valença. Não é permitido qualquer reprodução ou alteração sem autorização prévia ou sem dar os devidos créditos.
→ As fotos de fontes externas são de bancos de imagens gratuitas ou retiradas de sites como Pinterest e neste caso, podem não conter a fonte. Se alguma delas for de sua autoria, pode entrar em contato comigo.
→ Os textos de opinião que por ventura forem publicados aqui, expressam apenas minha visão sobre determinado assunto e portanto gostaria que fossem respeitados, assim como busco compreender e respeitar a opinião de todas as outras pessoas na web. #maisamor #nãoaoódiogratuito

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest